Arquivo | traduções RSS feed for this section

Quão confiáveis são os exames de DNA e outros de local de crime?

18 jun

O sistema de justiça criminal tem um problema chamado criminalística. Essa foi a mensagem que ouvi no Forensic Science Research Evaluation Workshop, nos dias 26 e 27 de maio na AAAS (American Association for the Advancement of Science) em Washington, DC. Eu fiz uma palestra sobre pseudociência, mas em seguida ouvi com preocupação como os muitos campos da ciência forense que eu acreditava serem confiáveis (DNA, impressões digitais, etc) na verdade utilizam técnicas não confiáveis ou não testadas e apresentam inconsistências entre avaliadores de evidências. Continue lendo

Ceticismo e Política

23 jan

Por Barry Fagin. Publicado originalmente na Skeptical Inquirer em Maio/Junho de 1997. 

Qual é a conexão entre ceticismo e política? Quais são as políticas apropriadas para um cético? Ser cético dita automaticamente a perspectiva política de alguém, ou há pontos de vista alternativos consistentes com o ceticismo?

Continue lendo

Em defesa do discurso de ódio

19 dez

Artigo da revista The Economist, publicado em 17/12/2016. Traduzido por André Luzardo.

Criminalizar a linguagem ofensiva só empodera os intolerantes

GEERT WILDERS, um político holandês, diz algumas coisas horríveis, inflamatórias. Ele chamou o Islã de “ideologia fascista” e se referiu a Muhammad, profeta do Islã, como “um demônio”. Ele também não é amigo da liberdade de expressão: quer proibir não só o Alcorão, mas também pregar em qualquer língua que não seja o Holandês. A The Economist deplora seus pontos de vista; mas ele deve ser autorizado a expressá-los. Continue lendo

Zika Vírus: rumores e teorias que você deve duvidar

24 fev

O artigo publicado originalmente no The New York Times/Health, em 19 de fevereiro de 2016, faz um resumo simples e direto, que pode nos ajudar a interromper essa onda de boatos que correm nas redes sociais e que só colaboram para confundir a população em geral e dificultar o combate ao vírus de forma cientificamente comprovada.


Título original: Zika Virus Rumors and Theories That You Should Doubt

Embora não haja nenhuma prova absoluta de que o vírus Zika esteja por trás da onda de microcefalia no Brasil e surtos da síndrome de Guillain-Barré em seis países, as principais autoridades de saúde do mundo estão perto de afirmar que sim. Continue lendo

Ponto de vista: por que devemos defender o direito de ser ofensivo

26 out

Por Roger Scruton, escritor e filósofo britânico.

Para pessoas como eu, educadas na Grã-Bretanha do pós-guerra, a liberdade de expressão tem sido uma firme premissa do modo de vida britânico. John Stuart Mill expressou o ponto:

O mal peculiar em silenciar a expressão de uma opinião é que isso rouba a raça humana; a posteridade, bem como a geração existente; aqueles que discordam da opinião, ainda mais do que aqueles que a defendem. Se a opinião é certa, eles são privados da oportunidade de trocar o erro pela verdade; se errada, eles perdem, um benefício tão importante, a percepção mais clara e a mais viva impressão da verdade, produzida por sua colisão com o erro.

Continue lendo

O Efeito Placebo e as Terapias Alternativas

7 abr

A medicina alternativa é um grande negócio, e como não é regularizada devidamente, estatisticamente é difícil de se chegar a qualquer número. Somente no mercado do Reino Unido acredita-se que movimente por volta de $ 340 milhões, visto 1 em 5 adultos serem consumidores. Além disso, alguns tratamentos (particularmente a homeopatia) são disponibilizados pelo serviço de saúde nacional. Em todo o mundo, de acordo com uma estimativa de 2008, seu valor de mercado chega a $ 60 bilhões. Continue lendo

Por que a homeopatia é absurda?

2 abr

Visite qualquer farmácia e muito provavelmente as verá: caixas e caixas de homeopáticos que afirmam curar qualquer doença, desde tosse e febre até insônia e asma. Olhe a parte de trás da caixa e fique confuso com os ingredientes listados. Alguns contêm abelhas trituradas, urtigas e até mesmo arsênico, assim como açúcares tais como lactose e sacarose. Os estadounidenses gastam por volta de $ 3 bilhões por ano com homeopáticos. Por quê? Continue lendo