Tag Archives: Crenças

As forças naturais desconhecidas (trecho) – Camille Flammarion

10 set

Aqui no Brasil Camille Flammarion jamais alcançou a mesma publicidade que Allan Kardec: enquanto todos nós (religiosos ou não) conhecemos bem o nome do fundador do espiritismo, poucos fora dos círculos espíritas hão de se recordar daqueles que estavam ao seu redor. Mas há diversos, e hoje compartilhamos aqui um texto (retirado do excelente Obras psicografadas) de um dos mais polêmicos deles.

Camille Flammarion foi astrônomo e divulgador científico com interesses variados a respeito de literatura e religião, tendo frequentado diversos círculos que realizavam experiências espirituais e também pesquisado longamente o assunto. Por algum tempo, ele fez parte do círculo de pesquisas de Kardec, de quem se tornou próximo, e é especificamente sobre esse período que trata o capítulo de As forças naturais desconhecidas que divulgamos hoje.

Embora possuísse diversos pensamentos e interesses comuns com Kardec, Flammarion tinha também um rigor científico admirável que o levou a fazer boas críticas ao método usado na confecção da codificação espírita e, igualmente, a fazer afirmações somente na medida em que tinha razões para tanto. Várias de suas críticas continuam atuais e interessantes, e a frequência com a qual admite os limites de suas hipóteses é uma bela demonstração de honestidade científica.

Aqueles que têm interesse em história da ciência e da religião, com efeito, encontrarão aí um bom material para o pensamento, quiçá, até divertimento.

Continue lendo

Anúncios

O significado do ceticismo

24 maio

Calvin e a Matematica

O termo ceticismo foi tão largamente utilizado que adquiriu vários significados distintos, alguns até conflitantes entre si, através do tempo. Numa acepção coloquial, ceticismo tem como sinônimos impiedade, postura crítica, cientificismo, e outras coisas que exprimem uma atitude de desconfiança em relação a certas crenças ou pretensas verdades. Seu significado original, contudo, embora mantenha alguma relação com esses termos, fica um pouco obscurecido por eles na medida em que possui especificidades que eles não discriminam.

Sendo assim, sem pretender corrigir a maneira coloquial de entender o conceito, eu gostaria de apresentá-lo de maneira mais estrita, mais próxima desse sentido original ao qual aludi. Minha intenção aqui será expor brevemente o ceticismo filosófico, uma maneira de filosofar criada na Antiguidade que tem grande força ainda hoje. Aliás, é pensando nas correntes mais recentes do ceticismo que escrevo aqui.
Continue lendo

Internet e as crenças

17 ago

Este texto é uma tradução livre do trabalho do Gérald Bronner, publicado em Science et Pseudo-Sciences (http://www.pseudo-sciences.org/) assim como na revista italiana Psicologia contemporanea, número 230, 2012.

Internet, assim como qualquer inovação tecnológica importante, gera medos e esperanças. Com ele, podemos saber em poucos instantes qual a população da Armênia ou ainda o clima que faz na Austrália. Mas, por outro lado, muitos ficam preocupados por encontrar nele muitas ideias falsas que nos afastam de uma representação razoável da realidade. Continue lendo